‘Estamos preparados!’, por Orlando Faccini Neto

‘Estamos preparados!’, por Orlando Faccini Neto

Um desafio imenso aguarda os juízes e juízas do Rio Grande do Sul no próximo domingo. Serão, como de hábito, os magistrados estaduais, responsáveis pela condução do processo eleitoral que, além da sua natural fonte de tensão por conta da disputa política, terá como ingrediente adicional as preocupações e complexidades advindas da pandemia causada pelo coronavírus. Caberá ao Poder Judiciário não apenas garantir a lisura do pleito, tarefa, registre-se, que vem sendo realizada com sucesso há muitas eleições, mas igualmente zelar pela saúde dos eleitores, mesários e todos aqueles envolvidos no certame. Estamos preparados!

O Tribunal Regional Eleitoral já fez sua parte. Na semana passada, concluiu o treinamento para os mesários que vão trabalhar junto às seções eleitorais. Foram, ademais, reforçados os protocolos para combate ao coronavírus, como o uso de máscara e álcool gel, e, principalmente, imposto o respeito ao distanciamento entre os eleitores dentro dos espaços físicos onde ficarão as urnas.

A próxima etapa está sob a responsabilidade dos juízes e juízas eleitorais, integrantes da magistratura estadual, que, junto às suas funções corriqueiras, nesse período também acumulam a tarefa de comandar o pleito. Quer dizer, somadas as atribuições de cuidarem dos casos criminais, de família, da violência doméstica, do fornecimento de medicamentos, e tantos outros afetos à sua competência, nossos colegas, mais uma vez, resolverão as pendengas concernentes à disputa eleitoral, viabilizando a divulgação dos resultados ainda na mesma noite do domingo em que formos às urnas. Quem de perto acompanhou a desgastante contagem de votos nas eleições americanas há de ufanar-se com os resultados obtidos, ao longo dos anos, pela Justiça Eleitoral brasileira.

Com a capilaridade que lhe é própria, a Justiça Estadual orgulha-se de dar o seu contributo à Justiça Eleitoral brasileira, cumprindo, no mais, desejar “bom voto” a todos, e que vença a democracia!

Orlando Faccini Neto é juiz de Direito e presidente da AJURIS. Artigo publicado na edição do dia 11 de novembro de 2020 do jornal Zero Hora.