As manifestações das autoridades sobre a posse da nova direção da AJURIS

As manifestações das autoridades sobre a posse da nova direção da AJURIS

Em cerimônia prestigiada, que lotou o auditório da Escola da Magistratura, o presidente da AJURIS, Orlando Faccini Neto, tomou posse nesta segunda-feira (03/02). Na mesma data também tomaram posse os presidentes do Tribunal de Justiça (TJRS), Voltaire de Lima Moraes, e da Assembleia Legislativa, Ernani Polo. 

Além da data, os três eventos foram marcados pela convergência de discurso, sinalizando para um período de diálogo, com respeito à autonomia dos Poderes, e no esforço para encontrar soluções para os problemas do Rio Grande do Sul.

Diversas autoridades prestigiaram a posse da nova direção da AJURIS. Confira as principais manifestações:

 

Fabiano Dallazen, procurador-geral de Justiça

“A AJURIS, embora uma instituição de classe, tem uma tradição e uma importância, que foi consolidada através dos anos e das sucessivas gestões. As posições e intervenções da AJURIS são com certeza de repercussão estadual, não só na esfera judicial, como dos demais poderes, pela importância que possui. Daí porque, vindo de uma gestão como da Vera Deboni, tendo a sequência com o Orlando, dois magistrados respeitados, não só dentro da sua instituição, mas respeitados também externamente, com certeza vai contribuir e muito, por essa tradição, e pelo preparo desses magistrados para que a gente consiga fortalecer o diálogo, bem como encontrar as soluções que tanto o nosso Estado precisa agora neste ano de 2020.”

 

Ernani Polo, presidente da Assembleia Legislativa 

“Na verdade nós vamos trabalhar nessa linha, nesse caminho do diálogo, da construção, da busca do entendimento. Eu acredito que essa é a melhor forma de superarmos as dificuldades. Respeitando a independência, a autonomia, mas nós precisamos preservar a harmonia entre os poderes, entre as instituições. Por isso que eu fiz questão de ir no Tribunal de Justiça à tarde, na posse do desembargador Voltaire, agora aqui também, dar um abraço no Orlando Faccini Neto. Exatamente demonstrar essa predisposição da Assembleia Legislativa, representando os deputados e deputadas que integram o nosso parlamento, em dialogar, em conversar e buscar dessa forma a superação de dificuldades e encontrar caminhos que possam produzir um resultado positivo buscando o desenvolvimento e o crescimento do nosso estado, o Rio Grande do Sul.”

 

Cristiano Vieira Heerdt, defensor público-geral do Estado 

“Nós temos no dia de hoje três posses que simbolizam justamente o momento que nós vivemos de buscar consenso entre os poderes e as instituições, buscar sobretudo o diálogo. A posse da nova diretoria da AJURIS também simboliza um momento de transição, com o reconhecimento da gestão exitosa da desembargadora Vera Deboni, e agora desejo também uma gestão exitosa do Orlando. Certamente que vai saber honrar a entidade da AJURIS, que é uma entidade respeitada não apenas no Estado, mas no país todo, uma entidade pró- ativa que tem participado de inúmeras discussões especialmente aqui no Estado, em função da crise que a gente vive.”

 

Paulo de Tarso Sanseverino, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ)

“A AJURIS, historicamente, construiu um papel de extrema importância dentro da sociedade do Rio Grande do Sul, não apenas no aspecto jurídico, mas também político como uma das grandes protagonistas dentro do nosso sistema. Nós termos uma liderança forte na AJURIS que vai exatamente trabalhar diretamente no diálogo, na interação com as outras instituições públicas é muito importante. Foi o trabalho que foi realizado pela Vera como presidente da AJURIS e é o trabalho que dará continuidade agora com o Orlando Faccini Neto, que tem todas as condições para realizar esse trabalho de fortalecimento institucional do serviço público e especialmente do serviço judiciário.”

 

Mario Guerreiro, conselheiro Conselho Nacional de Justiça (CNJ)

 

“Eu acho que a gente está vivendo momentos de crise, de tentativa de recuperação de uma crise econômica e os Estados estão passando por situações difíceis. Então, é fundamental a gente ter à frente do Tribunal de Justiça e da AJURIS pessoas como o desembargador Voltaire e o colega Orlando, que são pessoas de bom diálogo, boa interlocução e vão saber fazer um bom trabalho junto a Assembleia Legislativa também. Então, estou colocando muita fé nesses dois anos que vêm pela frente.”

 

Estilac Xavier, presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE)

“A AJURIS é uma entidade de grande importância que congrega magistrados, que são parte de um Poder que compõe o tecido constitucional e é pilar da democracia. As posses ocorridas na Assembleia Legislativa, no Tribunal de Justiça e na AJURIS, todas invocando a democracia e o respeito à constituição, e cada um com seus enfoques. A AJURIS, como uma representação dos magistrados, apresenta a defesa a importância das instituições, das prerrogativas da magistratura, da independência e valorização do Judiciário. Sabemos que há limitações em todas as instituições, agora tudo isso tem que ser feito dentro do debate democrático, e eu creio que a AJURIS tem expertise, conhecimento, experiência, além de quadro muito capacitados, tanto da administração que está saindo quanto da que está assumindo agora.”

 

Eduardo Cunha da Costa, procurador-geral do Estado

“Esse momento é muito importe. A AJURIS, além de ter a representação da classe dos magistrados, tem um papel muito importante para o desenvolvimento do próprio Estado, para a garantia dos direitos fundamentais. Então, essas bandeiras que o próprio Orlando tem destacado são muito importantes para o desenvolvimento e para preservação das garantias daqueles mais necessitados do nosso Estado. É um prazer prestigiar esse momento e tenho certeza que vai ser uma gestão muito exitosa.”

 

Paulo Mendes Rodrigues, presidente do Tribunal de Justiça Militar (TJM) (até 04/02)

A AJURIS é importante para a toda sociedade gaúcha e o Orlando, eu até tenho uma dificuldade em falar, porque eu o conheci há 12 anos quando ele era juiz na região do Planalto e lá tinham muitos conflitos agrários com índios e MST. E ali nós nos conhecemos, e o Orlando sempre foi uma pessoa de muito diálogo, uma pessoa muito tranquila no relacionamento institucional com a Brigada Militar. A AJURIS, para todos nós, é muito importante, e a Vera, uma pessoa que nós condecoramos no Tribunal de Justiça Militar, uma pessoa também de muito diálogo. Então, para nós, é uma alegria estar aqui prestigiando esse evento que é muito significativo.”

 

Juliana Lavigne, presidente da Associação dos Defensores Públicos do RS (Adpergs)

“Assumir a Associação neste momento político em que estamos vivendo é de grande importância e de grande responsabilidade e temos certeza que o Orlando, junto com toda diretoria, vai assumir esse encargo à altura, dando continuidade ao trabalho da Vera, que fez um trabalho excelente durante a presidência da AJURIS. Dou os parabéns para a Vera e desejo sucesso à nova gestão.”

 

 

 

Fabiano Marranghello, Sindicato dos Servidores da Justiça do RS (Sindjus)

“Para nós, do Sindjus, é um momento muito importante, que significa um marco de entendimento e diálogo, a partir da posse da administração do Tribunal de Justiça, com o presidente Voltaire de Lima Moraes, e também com a posse da AJURIS, com o juiz Orlando Faccini Neto, que são pessoas de diálogo e que vão buscar, sem dúvida, o entendimento mútuo entre as instituições e os Poderes. Nós, do sindicato, da nossa parte, também estão dispostos a fazer parte dessa construção.”