Orlando Faccini Neto assume presidência da AJURIS 

Orlando Faccini Neto assume presidência da AJURIS 

O juiz de Direito Orlando Faccini Neto tomou posse no final da tarde desta segunda-feira (3/2) como o 37º presidente da AJURIS. Eleito em chapa única em 8 de dezembro do ano passado, Faccini liderará a magistratura gaúcha no biênio 2020-2021. 

A cerimônia de posse ocorreu no Auditório Desembargador Márcio Oliveira Puggina, na Escola da Magistratura da AJURIS, com transmissão ao vivo para o Auditório Ministro Ruy Rosado de Aguiar Júnior, também na escola. Os auditórios lotaram com a presença de magistrados, representantes dos Poderes e convidados. Também foram empossadas a direção da Escola da Magistratura, os conselhos Executivo, Deliberativo e Fiscal e a direção do Departamento de Assistência à Saúde (DAP).

Em seu discurso de despedida, a presidente Vera Lúcia Deboni fez um balanço da gestão 2018-2019, elencou as principais realizações da diretoria e destacou a participação da AJURIS em causas sociais e discussões públicas que mobilizaram a sociedade. “Encerro meu mandato com uma convicção: podem ter faltado algumas vitórias, mas nunca nos faltou a disposição para o trabalho, para a luta por nossas causas e para honrar e representar o que mais creio e admiro: a magistratura do Rio Grande do Sul”, disse a presidente da AJURIS, destacando que um dos principais ganhos de sua gestão foi o de ter entregue uma Associação “pacificada e unida” para a futura gestão. “A eleição em chapa única mostra a concordância da classe com a administração que se encerra e o reconhecimento que avançamos até onde podíamos em nome de uma magistratura una e respeitada.”

A magistrada também falou das questões envolvendo as reformas propostas pelo governo do Estado que atingiram o funcionalismo público. “Não somos os responsáveis pela crise. Mas foram os magistrados e demais carreiras do serviço público os eleitos para pagar o preço da histórica má gestão. Com direitos subtraídos pelas reformas administrativa e previdenciária propostas pelo Executivo e aprovadas pelo Legislativo”, disse. Ao final, agradeceu os integrantes da gestão que se encerra e desejou boa sorte ao novo presidente e seus companheiros de jornada.

Veja a íntegra do discurso no link http://bit.ly/Despedida_Vera_Deboni

Em seu discurso de posse, Faccini se comprometeu em inserir a AJURIS cada vez mais nas discussões sociais. “Como juízes, como líderes associativos, e como pessoas, devemos, portanto, pensar no ‘universo ao nosso redor, para além do que são nossos próprios interesses, pois nossa função é pública, e é em benefício da coletividade que devemos exercê-la”, disse. “Polarização política, confrontação de valores, exaltação do preconceito e vilipêndio à liberdade de pensar, tudo isso amplificado pelas redes sociais, eis o retrato de um Brasil que vem sendo tratado como país do futuro do pretérito. A AJURIS há de imiscuir-se nessas discussões.”

Faccini também afirmou que, em sua gestão, vai atuar pela valorização constante da magistratura e criticou as reformas propostas. “Isto de penalizar o servidor público, como linha de frente para pretensas reformas, tem pouco de novidadeiro, e uma ideia antiga vestida com as roupas da modernidade não rejuvenesce por si só”, disse. “Às indevidas e injustas críticas responderemos em alto e bom tom, pois é tempo de a magistratura do Rio Grande do Sul igualar-se aos padrões verificados alhures, sobretudo quando, em produtividade e pela qualidade de seus juízes e juízas, desponta como uma das melhores do país.”

Veja a íntegra do discurso no link http://bit.ly/Discurso_Orlando

Empossado na tarde desta segunda-feira (3/2), o presidente do TJRS, Voltaire de Lima Moraes, durante sua fala destacou o trabalho desenvolvido pela Escola da Magistratura e deu anuência à indicação da Associação para a gestão 2020/2021. No próximo biênio, os magistrados Jayme Weingartner Neto e Patrícia Antunes Laydner irão conduzir a instituição, dando seguimento ao planejamento estratégico da Escola, iniciado em 2019. 

A mesa de posse da nova diretoria da AJURIS também contou com a presença do ministro do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), Paulo de Tarso Sanseverino; o presidente do TJRS, Voltaire de Lima Moraes; o procurador-geral de Justiça, Fabiano Dallazen; o procurador-geral do Estado, Eduardo Cunha da Costa; o defensor público-geral do Estado, Cristiano Vieira Heerdt; o conselheiro do CNJ, Mário de Lacerda Guerreiro; e o representante da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia.  

Quem é o novo presidente

Orlando Faccini Neto tem 43 anos e é formado pela Faculdade de Direito de São Bernardo do Campo (São Paulo). É mestre em Direito Público pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) e doutor em Ciências Jurídico-Criminais pela Universidade de Lisboa (Portugal).

Faccini ingressou na magistratura em 2001, na comarca de Jaguarão. Em 2004, assumiu a Vara Criminal de Carazinho e, em 2011, foi promovido para a comarca de Passo Fundo, também na área criminal. Em 2016, assumiu como titular do 1º Juizado da 1ª Vara do Júri de Porto Alegre, cargo de que está afastado atualmente por sua atuação associativa. O novo presidente da AJURIS também atuou no gabinete do ministro Felix Fischer, no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, quando auxiliou em julgamentos de recursos de processos da Operação Lava Jato.

Na AJURIS, Faccini integrou duas vezes o Conselho Deliberativo como conselheiro eleito. Na gestão que se encerra, era o vice-presidente Administrativo da Associação. 

Galeria de fotos:

 

Veja quem tomou posse

Conselho Executivo

Presidente: Orlando Faccini Neto
Vice-presidente Administrativo: Cláudio Luis Martinewski
Vice-presidente de Patrimônio e Finanças: Mauro Peil Martins
Vice-presidente Cultural: Márcia Kern
Vice-presidente Social: Káren Rick Danilevicz Bertoncello
Vice-presidente de Aposentados: Felipe Rauen Filho
Diretor da Escola da Magistratura: Jayme Weingartner Neto
Vice-diretora da Escola da Magistratura: Patrícia Laydner

Conselho Deliberativo

Alejandro César Rayo Werlang
Alexandre Kreutz
Almir Porto da Rocha Filho
Angelo Maraninchi Giannakos
Eduardo Sávio Busanello
Elaine Harzheim Macedo
Fabiane Borges Saraiva
Gladis de Fátima Canelles Piccini
Helena Ruppenthal Cunha
Helga Inge Reeps
Henrique Osvaldo Poeta Roenick
Laura de Borba Maciel Fleck
Luís Antônio de Abreu Johnson
Mariana Motta Minghelli
Thiago Dias Da Cunha

Conselho Fiscal

Adão Sergio do Nascimento Cassiano
Fabianne Breton Baisch
Leoberto Narciso Brancher 

Departamento de Assistência à Saúde (DAS)

Diretor: José Eugenio Tedesco
Subdiretores: Paulo Augusto Monte Lopes, Marcelo Mairon Rodrigues e Flávio Mendes Rabello