Pesquisa mostra Judiciário como poder em que brasileiros mais confiam

Pesquisa mostra Judiciário como poder em que brasileiros mais confiam

Uma pesquisa encomendada pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) mostra que o Judiciário tem os melhores índices de confiança e aprovação entre os Três Poderes da República. Também é o único em que mais da metade dos brasileiros entrevistados (52%) disse confiar. Nessa questão, o Executivo teve 34%, e o Legislativo, 19%.

Realizado em parceria com a Fundação Getúlio Vargas do Rio de Janeiro, os resultados do Estudo Sobre a Imagem do Poder Judiciário Brasileiro foi apresentado na última segunda-feira (2/12) pelo presidente da AMB, Jayme de Oliveira. “Esse é um trabalho que apresentamos à sociedade para que o Judiciário conheça suas qualidades e também deficiências, e, assim, possa trabalhar no aperfeiçoamento dessa instituição tão importante para a democracia”, disse Oliveira durante a apresentação da pesquisa em Brasília, na presença de ministros do Superior Tribunal de Justiça (STJ), pesquisadores e magistrados.

O estudo foi encomendado pela AMB e produzido pela FGV-Rio e pelo sociólogo e cientista político Antônio Lavareda. Realizado no período de agosto de 2018 a outubro de 2019, a pesquisa ouviu mais de 2,5 mil pessoas, entre advogados, defensores públicos e cidadãos comuns. A coordenação da pesquisa ficou a cargo do ministro Marco Aurélio Bellizze, do STJ.

Para Bellizze, o levantamento é um instrumento valioso de aperfeiçoamento administrativo do Poder Judiciário. “Será possível saber o que não está funcionando, qual é a percepção das pessoas em relação aos serviços e, assim, conseguir regularizar o serviço e comunicar-se para explicar eventual falha na própria percepção da sociedade sobre o serviço do Judiciário”, disse o ministro. O desconhecimento em relação ao sistema Judiciário, inclusive, foi um dos fenômenos identificado na pesquisa: apenas 21% conhecia o nome do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), por exemplo, e a proporção de pessoas que respondeu conhecer “bem” ou “mais ou menos” as entidades do sistema de Justiça ficou abaixo dos 50%.

Veja no link abaixo a íntegra da pesquisa:

https://www.amb.com.br/wp-content/uploads/2019/12/ESTUDO-DA-IMAGEM-DO-JUDICIA%cc%81RIO-BRASILEIRO.pdf

 

Com informações da assessoria de Comunicação da AMB