Toma posse primeiro conselheiro do CNJ ligado ao Poder Judiciário do RS

Toma posse primeiro conselheiro do CNJ ligado ao Poder Judiciário do RS

A presidente da AJURIS, Vera Lúcia Deboni, participou, em Brasília, da posse do juiz Mario Augusto Figueiredo Lacerda Guerreiro como novo conselheiro do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A cerimônia, na manhã desta terça-feira (5/11), foi no auditório do Superior Tribunal de Justiça. Guerreiro é o primeiro magistrado vinculado à Justiça do Rio Grande do Sul a integrar o colegiado.

Guerreiro atuou nas comarcas de Planalto, Uruguaiana e Sapucaia do Sul, integrantes do Tribunal de Justiça do RS. Mestre em Ciências Jurídicas pela Universidade de Coimbra (Portugal), era juiz-auxiliar do CNJ desde o começo do ano. Anteriormente, atuou como magistrado-auxiliar do ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal. Foi, ainda, juiz-auxiliar no Tribunal Superior Eleitoral. Também tomou posse no CNJ o desembargador do Tribunal de Justiça do Paraná Luiz Fernando Tomasi Keppen. À tarde, ambos participaram da 300ª sessão ordinária do CNJ. 

Junto com a presidente da AJURIS estiveram na cerimônia o diretor do Departamento de Informática da Associação, desembargador Ricardo Torres Hermann, o coordenador da 2ª Coordenadoria (Pelotas), Mauro Peil Martins, a juíza Fabiana Borges Saraiva, da 3ª Coordenadoria (Santa Maria), e o ex-diretor da Escola da Magistratura da AJURIS Eládio Luis da Silva Lecey. “A posse de Guerreiro é um orgulho para a magistratura gaúcha, pois trata-se do nosso primeiro representante em um dos principais colegiados do Poder Judiciário do país. Tem um valor especial da conquista pessoal, mas também um valor de uma conquista coletiva da magistratura de primeiro grau”, disse a presidente da AJURIS.