Tribunal de Justiça é homenageado pela Câmara Municipal de Porto Alegre

Tribunal de Justiça é homenageado pela Câmara Municipal de Porto Alegre

O Tribunal de Justiça (TJRS), que completou 145 anos em fevereiro deste ano, foi homenageado pela Câmara Municipal de Porto Alegre durante sessão solene realizada nesta terça-feira (22/10). A presidente da AJURIS, Vera Lúcia Deboni, acompanhou a cerimônia, que contou com a fala do presidente da corte gaúcha, Carlos Eduardo Zietlow Duro, e do vereador Professor Wambert Di Lorenzo (PROS), autor da proposição. 

Em seu pronunciamento, o presidente do TJRS recuperou parte da história do tribunal, criado em 1874 e com jurisdição que abrangia Santa Catarina e que, em sua primeira formação, teve sete desembargadores. Ao longo da história, afirmou Duro, o TJRS “sempre buscou inovar e oferecer uma prestação jurisdicional célere e eficiente, mesmo em tempo de quadro funcional reduzido, como atualmente.” O chefe do Poder Judiciário gaúcho aproveitou para reforçar sua preocupação com a Lei de Abuso de Autoridade. “Preocupa todos os operadores do Direito por conter normas abstratas e conceitos amplos que podem tolher as atividades”, afirmou.

Autor da proposta da homenagem, o vereador Wambert citou os avanços mais recentes adotados pelo TJRS, como a implantação do processo eletrônico, transmissão de júri por TV e internet e adoção de procedimentos de transparência, para mostrar que o trabalho da magistratura está alinhado aos interesses da sociedade. Lembrou que, por 11 anos consecutivos, a Justiça gaúcha é considerada pelo Conselho Nacional de Justiça como a mais eficiente e produtiva do país.

Ao final da sessão, o presidente do TJRS recebeu uma placa comemorativa para marcar a homenagem da Câmara de Vereadores.