Tribunal de Justiça cria Comitê de Equidade a partir de proposta da AJURIS

Tribunal de Justiça cria Comitê de Equidade a partir de proposta da AJURIS

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJRS) instituiu nesta terça-feira o seu Comitê de Equidade de Gênero, Raça e Diversidade para atuar no âmbito do Poder Judiciário. A criação do comitê havia sido uma proposta aprovada em reunião do Conselho Executivo da AJURIS em julho do ano passado e encaminhada ao TJRS.

“A AJURIS celebra a decisão do Tribunal de Justiça, fruto de uma proposta da nossa Associação. É importante que todos nos juntemos ao desejo da sociedade de cada vez mais trabalhar pelas igualdades”, disse a presidente da Associação, Vera Lúcia Deboni.

Assinado pelo presidente do TJRS, desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, o ato define que caberá ao novo comitê elaborar a política de equidade de gênero, raça e diversidade com o objetivo de buscar a promoção da igualdade, propor diretrizes e mecanismos para incentivar a participação de mulheres nos cargos de chefia e assessoramento e apreciar outras questões que envolvem gênero, raça e diversidade.

Em portaria também publicada nesta terça-feira, Duro já designou os sete integrantes do novo comitê, que será presidido pelo 3º vice-presidente do Tribunal, desembargador Túlio de Oliveira Martins.

Veja o ato e a portaria no link http://ajuris.org.br/wp-content/uploads/2019/09/Ato-e-portaria-do-Comitê-de-Equidade.pdf